Mais dicas para quem quer ingressar na fotografia esportiva.

Rating: 0 based on 0 Ratings
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
Mais dicas para quem quer ingressar na fotografia esportiva. www.lightroombrasil.com.br

A fotografia esportiva é desafiadora e gratificante. Requer prática, o equipamento certo, e uma pitada de sorte. Enquanto todos os fotógrafos esportivos têm seu próprio estilo único e “fórmula secreta”, não há realmente um guia definitivo sobre como se pode começar. Embora cada um aprenda melhor do seu próprio jeito esse tipo de fotografia, aqui estão algumas dicas simples que poderam ajudá-lo a começar.

Dica #1. Entenda o esporte que você vai fotografar

Estude as regras do jogo e assista vídeos do esporte que você está indo fazer a cobertura. Isso permite que você visualize o tipo de imagens que você poderá criar e a oportunidade de planejar como você se posicionar para conseguir as imagens.

Dica #2. Entenda o foco automático e o rastreamento do autofoco.

Autofocus e rastreamento de assunto são os melhores amigos de um fotógrafo de esportes. O autofocus assegura que o assunto estará nítido, as vezes a ação é muito rápida para você ficar procurando o foco manualmente. Para esportes, recomendo que o autofocus seja ajustado no modo contínuo para assegurar-se de que o assunto que você está controlando esteja constantemente no foco.

As câmeras modernas têm opções proprietárias do seguimento do assunto (seguimento 3D, deteção de face, etc.) que pode ser útil para o esporte. Eu encontrei rastreamento 3D útil no rastreamento de temas que estão vindo em minha direção, como carros de corrida, corredores, ginastas, etc., enquanto a detecção de rostos provou ser útil para esportes de luta. Para todas as outras situações, eu costumo corrigir o meu ponto de foco no centro do quadro e rastrear o assunto manualmente.

A detecção de rostos ? embora provavelmente não seja frequentemente utilizada para fins desportivos ? pode ser utilizada eficazmente na captura da acção em esportes de combate.

Dica #3. Use a velocidade certa no obturador

Usar a velocidade correta do obturador é a chave para congelar a ação. Se você o tem um valor demasiado lento você terminará com uma foto sem nitidez, parecendo que foi feita com um celular. Para congelar o movimento humano, eu normalmente defino a minha velocidade do obturador para pelo menos 1/800 segundos. O que irá mudar de acordo com o esporte e o momento que você esteja fotografando.

Para congelar ação ainda mais rápida-por exemplo, gotas de água ou bolas em jogo – o ideal é usar uma velocidade do obturador de até pelo menos 1/2000 segundos.

Inversamente, as velocidades lentas do obturador podem ser usadas para ilustrar o movimento. Em tais situações, uma velocidade do obturador mais baixa como 1/400 pode ser usada para captar o movimento numa roda de uma bicicleta ou moto, por exemplo.

Dica #4. Invista em uma lente zoom rápida

Aparte do fato que a distância entre a ação e o fotógrafo muda constantemente, a iluminação do local pode também às vezes pode ser muito pobre. Como tal, eu sempre sugiro o uso de uma lente zoom rápida para a versatilidade e a capacidade de fotografar com pouca luz, enquanto ainda conseguir manter as velocidades de obturador necessárias para uma foto decente.

Recomendo sempre a 70-200mm f 2.8. Esta lente é leve, disponível em todos os principais fabricantes de lentes. Uma abertura de 2,8 é ótimo para situações de pouca luz, e se você precisar do alcance extra, você pode simplesmente pôe um teleconverter 2x. Caso a grana esteja curta você pode conseguir cobrir eventos com a lente 18-135mm Canon ou 18-140mm nikon que vem no kit. Desde que sua câmera aguente um ISO mais alto para conseguir boas velocidades no obturador.

Dica #5. Capture interações e emoções.

Visuais de celebração, decepção e interações são momentos-chave no esporte que muitas vezes contam uma história.

Ao cobrir atribuições você terá diversos momentos para fazer ótimas fotos além daquelas feitas somente na hora do jogo ou corrida que podem ser muito rápidas. Não se esqueça da cerimônia de vitória, assim você terá diversas oportunidades diferentes para criar uma história com o evento. Além do que você pode capturar as expressões das pessoas antes, durante e depois do evento.

Importante, não se concentre apenas nos jogadores. Muitas vezes são os treinadores, a família, e os fãs que são as fontes de emoção.

Elementos como bandeiras, amigos e famílias podem frequentemente ser usados para contar uma história.

Dica #6. Prática, prática, prática

A prática faz a perfeição, e uma maneira certa de melhorar é encontrar oportunidades para fotografar. Entre em contato com seu clube local ou associação para ver se você pode obter acesso à mídia para os jogos para cobrir a ação, procure na internet por eventos esportivos e converse com as assossiações e atletas e tenho certeza que suas fotos serào bem vindas na maioria dos casos. Cuidado para não atrapalhar o evento ou os atletas ficando em locais que não são o ideal (isso é muito importante), se você atrapalhar um atleta durante uma prova pode ser um erro que nunca poderá ser consertado.

Última e nào menos importante, prepare-se para tirar muitas fotos, se você tem dó da sua câmera e da quantidade de clicks que ela pode atingir esse tipo de fotografia nào servirá para você. Prepare-se para tirar no mínimo 2000 fotos em cada sessão. Aconselho usar JPG para facilitar o processo de edição e garantir que você não perderá nenhuma jogada por causa do buffer da sua câmera.

Bom espero que tenham gostado dessas dicas, lembre-se, basta investir o seu tempo que rapidamente aprenderá a técnica e poderá oferecer ótimas fotos a atletas e marcas de diversos segmentos, um mercado bem lucrativo e satisfatório.

Para não perder tempo nas suas edições aconselho usar os pacotes de predefinições Selva Urbana, Calçada da Fama e Com a cabeça nas nuvens caso você trabalhe também com drones.

Rating: 0 based on 0 Ratings
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa