Dicas para fotografar uma maratona

Rating: 0 based on 0 Ratings
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
Dicas para fotografar uma maratona www.lightroombrasil.com.br

Provas de corrida estão cada vez mais na moda no mundo. As maratonas, são as provas mais clássicas de corrida e são muito concorridas por fotógrafos de sites especializados, revistas, blogs, etc. Fotografar esse tipo de evento pode ser cansativo porém gratificante. Darei algumas dicas a seguir de coisas que você pode fazer para se programar melhor e conseguir boas fotos em alguma maratona por aí.

1 – Prepare tudo no dia anterior

Baterias, cartào de memória, lentes limpas e tudo que você pode fazer antes deverá ser feito no dia anterior a prova. De preferência já deixe tudo na mochila e perto da saída de casa junto com as outras coisas que você irá levar. Lembre-se de levar água e alguma coisa para comer, maratonas duram 4 horas ou mais e você não vai ter tempo para parar de fotografar durante a prova para fazer essas coisas entào é melhor se previnir.

2 – Escolha o(s) lugar(es) onde irá ficar

O Google Maps é ótimo para isso, caso você não conheça o lugar pode ser interessante andar pelo trajeto da corrida usando o google maps a procura de bons lugares para fotografar. Com ele você pode ter uma boa idéia do lugar que irá ficar, porém tenha sempre em mente que em dias de corrida tudo pode ser modificado no dia. Alambrados, pessoas, trânsito desviado, barracas, viaturas, etc. Tenha certeza que nenhum desses fatores atrapalhará a sua composição. Caso contrário você pode escolher um local onde tenha mais de uma posiçào possível para caso isso aconteça.

3 – Fique esperto!

Dependendo da sua localização, se for no início da prova. As pessoas passarão a mil por hora e uma multidão rapidamente. Se você pestanejar por um minuto ou dois, poderá perder todas suas fotos. Acredite, eu já fiz isso, resolvi mudar de lugar de última hora e quando me movimentei a corrida passou no outro ponto que estava e quando cheguei no que tinha ido já tinham todos passado. Deixa sua câmera preparada e fique ligado para a buzina do início da prova.

Ironman Florianópolis – Foto Caio Carvalho

4 – Use Jpg se for bater muitas fotos

Caso você esteja fotografando somente para alguém específico não é necessário usar jpg, mas caso você queira fotografar o máximo de pessoas e momentos da prova possíveis use jpg. Com certeza você irá bater fotos como nunca imaginou, já vi pessoas fazerem mais de 30.000 fotos em uma única prova. Com RAW isso fica praticamente impossível, primeiro pelo tamanho dos arquivos e depois pelo problemão que você terá para editar as fotos. Seu PC não vai aguentar nem que ele seja um i9 9900k com 32gb de RAM, vai demorar muito tempo para exportar, editar etc.

5 – Tente fazer um ponto no meio da corrida e depois ir para a chegada

Depois que todos passarem pelo ponto que você escolheu vale a pena ir para perto da chegada para fazer mais fotos. Tenha cuidado porque algumas corridas contam com fotógrafos oficiais e nessas não são permitidas fotos próximas a chegada por fotógrafos freelancers.

42k de Florianópolis – Foto Caio Carvalho

6 – Quanto ao equipamento

Eu gosto de usar uma lente básica 18-135mm pela versatilidade, rapidez do foco e peso da minha lente 18-135mm Is usm nano. Consigo fazer fotos com zoom e grande angulares sem ter muitos problemas. Porém uma 70-200mm ou uma 24-70mm servem muito bem também. O mais importante aqui vai ser a sua lente ser o mais clara possível, e que tenha um foco veloz e preciso. Voc6e irá usar velocidades altas do obturador como 1/1250, 1/1000 e com o F muito baixo como de f6.3 pra cima podem dificultar o trabalho de quem está fotografando de manhã por exemplo. Com sol tudo fica mais fácil porém nem sempre esse é o caso, e como as provas normalmente sào bem cedo as vezes o sol ainda nào subiu o suficiente e você precisará de um ISO alto e um F de pelo menos f3.5 para conseguir fotos com 1/1000. O Flash pode salvar nessas horas, nem sempre você só usa o flash durante a noite e nas corridas essa é uma verdade. Flash durante o dia aqui é muito comum.

Muitas pessoas usam o modo Tv (Prioridade do Obturador)para esse tipo de foto. Basta marcar a velocidade 1/1000 no obturador e sua câmera fará o resto. Porém nem sempre ela acertará a exposição corretamente pois vários fatores podem alterar as fotos na hora. Eu prefiro usar o modo manual para ter controle total das minhas fotos. Mas caso você use o modo automático ou semi automático vale a pena testar o modo de medição pontual para a câmera usar o centro do quadro para calcular a exposição correta.

Tripé pode ajudar, mas um monopé é mais ideal. eu prefiro não usar nenhum suporte pois gosto de ficar me movimentando e mudando de lugar o tempo todo. Para usar um tripé você terá que estar fora da pista enquanto a pé na maioria das provas vc pode ficar. Até mesmo aqueles banquinhos de praia são excelentes para você não acabar com os seus joelhos e pernas. Acredite, sem banco parece que você correu a maratona também…

Meia Maratona de Itajaí – Foto Caio Carvalho

7 – Duas câmeras

Se você tiver duas câmeras vale a pena levar uma com uma lente grande angular e outra com uma 70/300mm ou 70/200mm. Assim você poderá fazer dois tipos de imagens distintas do mesmo ponto. Cuidado e treine um pouco antes pois ficar com duas câmera no meio de um monte de gente correndo pode ser perigoso para você, para suas câmeras e para os corredores. Fique num local seguro, porém sempre tente estar o mais próximo da ação possível.

Moutain Do Costão do Santinho – Florianópolis

8 – Drones

Drones são excelente para fotografar e filmar esse tipo de prova. Dá para ter uma boa perspectiva da prova e da emoção com a velocidade e ângulo do drone.

9 – Ângulo Ideal

Dependendo do lugar que você estiver as fotos ficarào melhores se você estiver sentado no chão, ajoelhado, ou em cima de um local alto. Veja o seu plano de fundo e pense como ele encaixará melhor na imagem que você está compondo e daí decida qual posição ficar. Se tiver fotografando uam corrida a beira mar por exemplo, seria interessante achar um ponto de vista mais alto, quando você deita no chào o atleta fica maior.

Meia Maratona de Blumenau – foto Caio Carvalho

Em atletas baixos fotos de ângulos baixos ficam melhores e por aí vai. Cada situação pede um ângulo diferente, seja criativo e procure ângulos para criar imagens em que o atleta saia grande porém sem perder a paisagem o um céu azul bonito.

10 – Aproveite o momento

Você pode ate  não perceber mas para os atletas a maratona é um marco. Entenda que eles estão ali num momento muito difícil e passando muitas emoções. Entre com eles na vibe e curta o momento e de gritos de apoio que eles irão gostar. Não seja aquele cara que está ali com cara que não tem a menor idéia do que está acontecendo. Correr 42 kilômetros não é fácil e um fotógrafo de mau humor pode atrapalhar a concentração de um atleta. Esqueça seus problemas e participe como se estivesse correndo, você irá curtir muito mais.

Rating: 0 based on 0 Ratings
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa