Conheça a fotografia flat lay, e descubra como fazer as suas

Rating: 5.00 based on 1 Rating
Paloma Gomide
  Por Paloma Gomide
Conheça a fotografia flat lay, e descubra como fazer as suas www.lightroombrasil.com.br

Se você gosta de redes sociais, provavelmente já se deparou com a tendência da fotografia chamada flat lay.  E como elas seriam? São fotos tiradas de um ângulo de 90° em relação ao objeto fotografado, numa posição de câmera chamada plongée.

Este tipo de fotografia foi criada inspirada no método “knolling”. Um método de organização criado por Andrew Kromelow, um funcionário de uma fábrica de móveis, que organizava os objetos de um modo muito particular. Mais tarde, em 2009, o artista Tom Sachs, se inspirou no método de organização “knolling” para alguns de seus trabalhos artísticos, popularizando a estética e se difundindo consequentemente também na fotografia.

 

A tendência logo foi aceita pelas pessoas por serem frequentemente, fotografias que apresentam simetria, por vezes minimalistas, mas que acima de tudo carrega em si uma estética de organização que causa uma sensação agradável aos olhos de quem vê.

Hoje em dia, os flat lays aparecem em muitos meios. No cinema por exemplo, um cineasta que se utiliza muito deste ângulo e desta estética é o americano Wes Anderson, diretor de “Moonrise Kingdom” e “O Grande Hotel Budapeste”. Em muitas cenas de seus filmes podemos identificar flat lays, como em cenas dos personagens arrumando seus objetos pessoais, por exemplo.

Muitas empresas, atualmente também se utilizam do método para chamar atenção de seus potenciais clientes. Este tipo de fotos em e-commerce torna também o site mais atrativo e mais prazeroso de navegar.

Ficou com vontade de produzir algumas fotos neste estilo? Aí vão algumas dicas para te ajudar:

Luz

Seja uma luz natural ou artificial, sua escolha dependerá da sombra que você quer projetar sobre os objetos. Lembre-se não existem regras, mas se por exemplo, você gosta de uma sombra um pouco mais suave, posicionar seus objetos perto de uma janela durante a tarde ou no começo da manhã, vai ajudá-lo a projetar uma sombra menos intensa. Já se você quiser o efeito de uma sombra mais “dura” e consequentemente uma luz mais forte, com mais marcações nos objetos, talvez uma fonte de luz artificial seja uma boa opção. Ou senão escolher uma janela em que incida bastante luz, para fazer as fotos em um horário do dia em que o sol esteja bastante forte.

Paleta de Cores

Para uma foto harmônica, é comum que em flat lays a composição seja baseada em uma paleta de cores. Estudar sobre cores é importante para não passar ao cliente, por exemplo, uma ideia errada. As cores podem ter múltiplos significados e é possível construí-los também em uma foto de flat lay, combinando as cores, os objetos e a luz para transmitir a mensagem que você deseja.


Tema

Normalmente, os flat lays são feitos por tema. Por exemplo, se a foto é de gastronomia, todos os elementos de composição daquela foto vão ser escolhidos a fim de combinar com o prato principal da composição, se este for o caso. Temperos, frutas que harmonizem com o prato ou que contenham uma cor da paleta de cores escolhida são opções para compor o quadro. Objetos de cozinha, ou objetos da cultura que aquele prato representa também podem estar presentes na fotografia.

O quadro

Como você vai ter que fotografar o quadro de cima, talvez você precise de uma escada ou de um tripé. Por isto, delimitar o quadro é muito importante. Você pode traçar uma linha para colocar os elementos dentro e depois posicionar a câmera ou pode também primeiro colocar a sua câmera em um tripé e depois ir compondo de acordo com o que está visível na tela da câmera.

Fundo

Usualmente, muitos fundos de flat lays são neutros. É utilizado bastante o fundo branco e o fundo de madeira, lembrando uma mesa. No entanto, aqui a criatividade também não tem limites. Você pode usar papéis coloridos e estampados, assim como toalhas coloridas e estampadas, alguma textura que pode vir de uma madeira mais rústica ou outros elementos da natureza, como por exemplo a areia. É importante também que o fundo case com os objetos que estão em cima dele. Por exemplo, um computador, papéis, clips e canetas talvez fiquem melhor harmonizados com um fundo branco ou de uma cor só, para que os elementos não briguem entre si e produzam um visual mais clean e minimalista. Agradável de se ver.

Ângulo da foto

O que mais vemos em fotografias flat lays é o ângulo de 90° em relação a composição. Porém, existem também muitas fotografias feitas na diagonal ou numa leve inclinação. Combinadas também com a intensidade da luz, essas diferenças de ângulo em relação aos objetos podem passar diversos sentimentos em relação aquela imagem.

O elemento humano

É interessante também notar que muitas vezes, as pessoas se tornam presentes neste estilo de fotografia ao deixar aparecer alguma parte do corpo da pessoa que está interagindo com aquela composição. Como por exemplo uma mão que está segurando um livro ou um café. Adicionar este elemento também transforma o sentido da foto, em diversas vezes mais próximas também de quem está vendo.

Rating: 5.00 based on 1 Rating
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Paloma Gomide

Paloma Gomide

Cineasta e fotógrafa, tem como motivação contar boas histórias através de imagens.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa