Como não se sobrecarregar ao aprender fotografia

Rating: 0 based on 0 Ratings
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
Como não se sobrecarregar ao aprender fotografia www.lightroombrasil.com.br

Provavelmente, você trabalha duro para melhorar a sua fotografia. Você tenta dominar todas as configurações da sua câmera, tenta controlar coisas como profundidade de campo ao tentar melhorar o seu foco e a nitidez das suas fotos. E ainda há também todas aquelas regras de composição para recordar. Isso é muita informação de uma vez só, e pode ser esmagador. Francamente, é o suficiente para torná-lo nostálgico para os bons velhos tempos, quando você colocava sua câmera no modo automático.

Antes de reverter para isso, no entanto, vamos dar uma olhada em algumas maneiras que você pode evitar esse sentimento de oprimismo, e continuar a crescer como um fotógrafo.

1 – Apague a sua mente

Quando sai para fotografar, você pode ter mil pensamentos diferentes passando pela sua cabeça. Você se preocupa com o nível de exposição geral, define a profundidade de campo correta, evita o ruído digital, observa o ponto de foco, sem claro colocar o assunto na parte certa do quadro, criar um primeiro plano interessante, procurar linhas de guia, tentar criar alguma emoção, e assim por diante. Tudo isso pode levar a sobrecarga. Ter uma ou duas maneiras de para a sua mente pode ajudar a adicionar alguma clareza.

Pessoalmente, estou sempre pensando no primeiro plano. Fazer isso me ajuda a manter meus pensamentos juntos. Ele também aborda especificamente questões de foco, profundidade de campo, assunto e composição geral. Para você, pode ser algo diferente. Não importa o que é – e pode evoluir ao longo do tempo – apenas tente simplificar as coisas. Lembre-se que muitas vezes as melhores fotos são as mais simples. Além disso, você pode adicionar alguns detalhes mais tarde.

2 – Crie uma lista de verificação

Outra maneira de manter de se preocupar com todas as coisas que você deseja realizar é criar uma lista de verificação. Ter uma lista de verificação irá ajudá-lo a não esquecer algumas coisas. Ao mesmo tempo, permitirá que você relaxe e não se preocupe ao chegar no alto de um morro no nascer do sol e ver que esqueceu a bateria. A lista de verificação pode ser simples ou elaborada, dependendo do que você precisa no dia. Uma vez que você começa a fazer as fotos, ou está saindo de casa para fotografar consulte sua lista de verificação e certifique-se que você não negligenciou qualquer coisa.

Ter uma lista de verificação pode lembrá-lo de fazer coisas como usar o flash de uma determinada maneira ou simplesmente não esquecer um filtro ou uma lente que você vai usar no dia.

3 – Construa sua técnica aos poucos

Uma ótima maneira de se oprimir é tentar fazer muita coisa ao mesmo tempo. Em vez disso, use um processo de construção para criar suas imagens passo a passo. Você ficará espantado em como uma fotografia simples pode ficar quando você usa este processo.

O que quero dizer com isso? Vamos começar com um exemplo de um retrato dramaticamente iluminado. Tentar criar a coisa toda em uma tentativa pode resultar em fracasso e frustração. Portanto, divida tudo em etapas. Você pode começar com alguns clicks para conferir se a iluminação do fundo está certa. Uma vez que você consiga, em seguida, adicione o seu flash ou strobe, mas mesmo assim não tente controlar ou moldar a luz ainda. Gaste alguns clicks conferindo a quantidade de luz do jeito que você precisa, e só então mova a luz para o lado e comece a trabalhar em forma e direções.

Desta forma, você vai descobrir que o que parece ser esmagador no início, na verdade se torna muito simples. Eu fui a oficinas de fotografia e seminários suficientes para afirmar com confiança que muitos mestres da fotografia fazem desta forma.

4 – Construa sua composição aos poucos também

Isso funciona em outros contextos também. Um fotógrafo paisagista pode encontrar um grande fundo e trabalhar em definir essa parte da sua imagem antes que eles comecem a procurar um primeiro plano. Uma vez que eles construíram essa parte da imagem, pode procurar aspectos adicionais para usar como um assunto ou centro de interesse. Depois disso, eles podem esperar que algo aconteça para adicionar interesse para a imagem. Como resultado, a imagem final parece muito complicada, mas foi construído passo-a-passo.

Na verdade, o famoso fotógrafo de rua Henri Cartier-Bresson trabalhou desta forma. Você pode conhecê-lo como o mestre do “momento decisivo”, mas ele estava sempre construindo algo para aquele momento acontecer. Ele encontrava um ótimo local para usar como plano de fundo, configurava tudo e esperava que algo acontecesse. Dessa forma, quando o momento decisivo acontece, ele estava pronto para isso e criava uma imagem geral maravilhosa.

O ponto de tudo isso é mostrar-lhe que, se você começar do simples, você pode evitar se oprimir. Uma vez que você estabeleceu um bloco de construção da sua imagem, adicione um ou outro. Isso não só irá melhorar suas fotos, mas resultará em você se divertir enquanto faz suas imagens sem muitos esforços de uma só vez.

5 – Aproveite as tecnologias disponíveis

Finalmente, mantenha uma coisa em sua mente. Lembre-se a magia da fotografia digital é que você pode fazer quantas exposições quiser e não vai te custar nada a mais. Não deve haver nenhuma pressão!

Não só isso, mas você está recebendo feedback instantâneo sobre o que você acabou de fazer através de sua tela LCD. Você pode simplesmente apagar os maus (e todos nós temos os maus) e seguir em frente. Ninguém vai olhar para o seu cartão SD e julgá-lo sobre as fotos que não funcionam. Eles só vão ver aquelas que você mostra a eles.

Se você gosta de presets, de fotografias cruas ou ama editar suas fotos do zero, aproveite as tecnologias e invista no que você gosta. Afinal o importante sempre será a imagem final que você mostra, as tecnologias novas estão aí para te ajudar então use e abuse delas o máximo que puder.

6 – Nunca pare de aprender

Finalmente, a fotografia sempre envolve aprendizado e experimentação. Portanto, embora eu tenha apontado esses comentários para aqueles que estão apenas começando, essas coisas realmente se aplicam a todos. O sentimento de oprimismo nunca vai realmente embora.

Depois de dominar os controles da sua câmera, você adicionará outros elementos às suas fotos. Em última análise, você tem que encontrar o seu próprio caminho para relaxar e se divertir durante o processo. Espero que essas dicas te ajude a desligar e conseguir fazer o melhor que pode com suas imagens sem se sobrecarregar.

Confira também esses artigos que vão te ajudar na hora de se programar e configurar a sua câmera para os trabalhos. Até o próximo!

Baixe o nosso pack de presets grátis de teste e veja como é fácil melhorar a sua fotografia em apenas alguns cliques.

Rating: 0 based on 0 Ratings
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa