Como contar histórias com a Fotografia de Arquitetura

Rating: 0 based on 0 Ratings
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
Como contar histórias com a Fotografia de Arquitetura www.lightroombrasil.com.br

À primeira vista, pode parecer que a fotografia de arquitetura é somente sobre projetos corporativos, os quais são super bem pagos. No entanto, pode se aproveitar muito mais da fotografia arquitetônica se você se aprofundar um pouco.

A arquitetura é um campo vasto e diversificado. É basicamente o projeto e a construção de edifícios ou o estilo em que um edifício é construído. Os estilos diferem vastamente de país para país, e até mesmo de cidade à cidade. A arquitetura de um local que é fortemente inspirado pelas condições e tradições locais.

Como por exemplo nessa imagem a Catedral de Brasília como na foto que fiz alguns anos atrás. Essa construção é praticamente o cartão postal da nossa capital e não tem como ver essa catedral e não lembrar da Brasília.

1. Faça alguma pesquisa

Antes de pegar sua câmera e sair pela porta, a primeira coisa que você vai querer fazer é uma pequena pesquisa. Leia sobre os edifícios mais importantes do lugar que você está indo para fotografar. Então veja se você consegue descobrir por que eles são considerados os mais importantes.

Olhe para as imagens do lugar que outras pessoas já tomaram e veja se você pode escolher alguns temas. Outros fotógrafos podem ter tido algumas idéias inteligentes para certos locais -nenhum problema em fazer uma nota para verificá-los enquanto você estiver lá também. Existe um estilo predominante de arquitetura? Um conjunto de obras repetidas? Ou talvez um material de construção comum? Se não aparecem padrões nos edifícios, pergunte-se por que isso pode ser e veja se você chega à fundo no que eles possam talvez significar.

Pense em alguns temas que você pode gostar de fotografar enquanto você estiver fora com sua câmera. Eu nunca resisto a uma boa fotografia de uma janela, tente buscar o seu estilo e quem sabe ele não vira o padrão para muitos no futuro.

2. Procure o contraste

Busque imagens que se justapôem diferentes, edifícios relacionados podem ser muito poderosos quando você está fotografando arquitetura. As justaposições bem consideradas das imagens podem mostrar ambos os aspectos positivos e negativos sobre a arquitetura.

Essa foto pode representar muito bem algumas cidade no futuro! Comparar essa foto com de um prédio antigo é como contar toda uma história de evolução, independente de onde ela foi feita.

3. Planeje fotografar uma série de imagens e não uma só

A criação de dípticos e trípticos na fotografia é tão antiga quanto o meio em si. Prepare-se para capturar especificamente duas ou três imagens que trabalhem juntas (e que talvez possam ser montadas juntas como impressões) é uma maneira fantástica de contar uma história.

Pode ser que você planeje essas imagens especificamente para fazer uma série ao fazer sua pesquisa, mas muitas vezes você pode fazer conexões enquanto você está observando de fora e mais detalhadamente. A melhor dica que posso dar a você é anotar as conexões que você fez ao fotografar; caso contrário, você é provavelmente nào irá encontrá-los durante a edição!

Se você ver uma imagem interessante que não estava em seu itinerário original, em seguida, pare e levar alguns minutos para fotografá-lo. Não seja tão focado em sua pesquisa a ponto de você perder outras boas imagens, e essas fotos inusitadas podem vir a ser algumas das melhores fotografias de sua viagem ou passeio.

4. Traga a arquitetura à vida

Independentemente de quão espetaculares os prédios podem ser, é como os habitantes da cidade usam a arquitetura que é importante.

Lembre-se de quais os locais mais frequentados na cidade e tente representá-los unindo a alguma forma arquitetônica ou rua icônica da cidade.

Pense em como você pode mostrar a vida que vive ao lado da arquitetura em suas imagens. Poderia ser algo tão icónico como um táxi amarelo brilhante na frente do edifício Flatiron em Nova York. Alternativamente, pode ser tão simples como um reflexo de uma rua movimentada da cidade em uma cafeteria local famosa.

Tente capturar o que faz o lugar que você está fotografando ser único, tanto nos edifícios quanto no que está acontecendo ao seu redor.

5. Fotografe os ícones

Enquanto você está focando os detalhes e as histórias escondidas, não se esqueça de contar as grandes histórias também! A arquitetura icónica é icónica por uma razão, assim não o deixe fora de seu itinerário. O importante é, mais uma vez, encontrar a história que você quer dizer e tentar capturar isso. Eu sei que existem 5 bilhões de fotos da Torre Effeil mas você pode chegar la num momento exato, numa perspectiva única e num dia específico e fazer uma imagem excelente que ninguém nunca havia pensado em fazer e ter muito sucesso com essa imagem.

Este contraste de histórias são a chave ao fotografar arquitetura de um modo digamos assim, mais romântico. Se você quer contar boas histórias com a suas fotografia, você não terá nenhum problema fazer isso e ainda vai se satisfazer muito com esse trabalho.

Agora é só pegar a câmera e sair mundo afora contando histórias! Bom fico por aqui e nos vemos num próximo artigo pessoal! Obrigado por ler e não esqueçam de curtir e compartilhar se tiverem gostado!

Confira os nossos workflows Saído das Sombras, Interior Superior e Selva Urbana para dar aquele trato final nas suas fotos de arquitetura e editá-las com apenas alguns cliques.

Rating: 0 based on 0 Ratings
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa