Algumas dicas para fotografar pessoas desconhecidas

Rating: 0 based on 0 Ratings
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
Algumas dicas para fotografar pessoas desconhecidas www.lightroombrasil.com.br

Fotografar pessoas desconhecidas pode ser um trabalho um tanto complicado, principalmente para quem tem excesso de timidez. Nem sempre temos a oportunidade de fotografar pessoas conhecidas e quem se acostuma a fotografar desconhecidos mais facilmente com certeza se destacará no cenário, pois ele está preparado para fotografar qualquer situação em qualquer lugar com qualquer pessoaa.

1. Pergunte e fotografe

A primeira estratégia é bastante simples mas pode ser um desafio, ir e perguntar. Quantas vezes você não teve a coragem de se aproximar de um estranho e pedir para tirar uma foto? E quantas vezes você se arrependeu? Se você é como eu, em seguida, muitas. Quanto mais você abordar as pessoas, mais você vai perceber que a maioria delas estão felizes por ter sua foto tomada e pode até ver isso como um elogio.

Mas, e se eles dizem não? O que importa se te rejeitarem? E daí? Há bilhões de outras pessoas lá fora. O medo é geralmente uma das maiores barreiras para obter boas fotos.

Você tem que superar isso.

Uma das melhores maneiras de fazer isso é sair e praticar. Você vai se surpreender com quantas pessoas posam para você se você abordá-los do jeito certo.

Mantenha-se confiante e faça a sua coisa, de preferência bem.

O desafio com esta estratégia é manter a calma. É importante você não ficar muito nervoso e arruinar o momento, mantenha a calma e deixe a sua câmera sempre preparada para não tomar mais do que o tempo necessário dessas pessoas.

Calma, confiança e precisão! E você vai sempre aproveitar o momento da melhor maneira possível.

2. Seja paciente, tome um cafezinho!

Socializar e entrar em contato com as pessoas é importante. Pode ser uma cerveja, um chá, em cada lugar existe o café, bar ou lanchonete ideal para isso. Esteja atento ao fato de que tirar fotos de pessoas não é apenas apertar o botão do obturador. Se fosse tão fácil, não teríamos todos aqueles profissionais incríveis que ainda se destacam com suas imagens de pessoas. Cada um destes retratos envolveu muito trabalho atrás ou ao lado da câmera.

A maioria dos fotógrafos que capturam com precisão a cultura e a atmosfera de um lugar através de uma pessoa local passaram muito tempo escolhendo a pessoa e construindo um relacionamento. Enquanto você pode percorrer as ruas e clicar milhares de imagens de todos, você pode querer gastar o seu tempo mais eficientemente. Mantenha a calma e invista algum tempo na construção de uma rede. Socialize e “saque” a sua câmera quando for a hora.

3. Consiga um intermediário

Se você encontrou as pessoas certas e ainda não conseguiu entrar em contato, às vezes é útil para encontrar um intermediário. Muitas pessoas podem ajudar a organizar o acesso a uma história para um fotógrafo, cinegrafista ou jornalista. Principalmente, se eles pertencem à área e atuam como um mediador entre o profissional e o povo.

Intermediários também podem ajudar com traduções, e outras coisas como locais interessantes e como se locomover melhor e mais seguro pelos lugares. Em todo lugar existem pessoas que podem ser ótimos intermediários, procure por eles que você irá encontrar. Alguns são pagos no caso do jornalismo profissional, você também pode encontrar guias, membros da comunidade ou outros moradores que podem ajudá-lo. Às vezes isso acontece enquanto você está bebendo um café, às vezes é o suficiente para andar sem rumo através de uma rua num bairro desconhecido.

4. Vá em festivais ou eventos culturais

Eventos especiais ou festivais são uma grande oportunidade para captar a cultura de um lugar e conhecer pessoas. Os festivais oferecem a oportunidade de tirar fotos de momentos importantes. Muitas vezes, você também será perguntado por pessoas se você poderia enviar as imagens para eles. Seja útil e compartilhe o que você tem. Minha experiência é que tudo que você compartilha será pago de volta em vários montantes.

Esteja sempre atento ao que é permitido e apreciado durante certos eventos. Algumas pessoas podem não querer suas imagens capturadas, ou você pode perturbar um momento significativo. Eu tenho uma regra de ouro para estas situações – um bom chá de simancol.

Nem sempre as pessoas querem ser fotografadas em eventos, alguns escaparam de casa escondidos da esposa ou do marido (rs) entre outras mil coisas que podem acontecer sem você saber então tenham cuidado. Algumas pessoas podem brigar e pedir para apagar as fotos, faça o que ela pede, peça desculpa e continue o seu trabalho.

Ao ser um fotógrafo mal educado, você também pode arruinar o nome de toda uma comunidade de profissionais e amadores. Seja gentil e atencioso. Outros também podem estar fotografando ali. Se você se comportou de uma forma ruim, eles podem perder a chance deles de fotografar o evento também.

5. Vá em pontos turísticos com a sua câmera

Em pontos turísticos a maioria das pessoas gostarão de ser fotografadas. Muitas estarão fazendo fotos com os próprios celulares e câmera e essas pessoas podem ser pontes ou futuros clientes, nunca se sabe. Já vi fotografas ganharem dinheiro ficando em pontos turísticos se oferecendo para fazer fotos dos passeios de alguns grupos ou famílias. Se você precisa de uma grana rápida e melhorar a sua rede de contatos essa também é uma ótima opção.

Bom pessoal, espero que tenham gostado dessas dicas, acompanhem também esses artigos para melhorar a sua técnica em fotografia em geral, você também pode testar de graça o workflow Milhas e Memórias para melhorar ainda mais as suas edições.

Confira também o pacote de perfil de cores Destino Aventura que poderá ajudar você a encontrar as cores certas para suas imagens de rua.

 

 

Rating: 0 based on 0 Ratings
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa