Algumas dicas de Fotografia de Esportes

Rating: 5.00 based on 1 Rating
Heitor Pergher
  Por Heitor Pergher
Algumas dicas de Fotografia de Esportes www.lightroombrasil.com.br

Você já deve ter notado que em todo evento de rua (maratonas, triátlons, provas de ciclismo) há muitos fotógrafos capturando imagens de todos os atletas. Se você parou por alguns segundos para se perguntar sobre esse fenômeno da proliferação desenfreada de fotógrafos de esportes de rua, algumas dúvidas devem ter surgido: Quem são os clientes? Quem contratou todos esses fotógrafos? E como obter os melhores resultados nesse tipo de fotografia? Bom, a ideia deste artigo é exatamente responder a esses três questionamentos. Depois de já ter fotografado dezenas de eventos desse tipo com diferentes empresas, sinto-me capacitado para expor as peculiaridades da cobertura de eventos esportivos de rua. Então, vamos lá!

1 ? Quem são os clientes desse tipo de fotografia?

Apesar do que muita gente pensa, a maioria dos clientes finais deste tipo de fotografia são os próprios atletas (amadores, na sua grande maioria), que têm interesse em adquirir fotografias que registraram o seu esforço em completar a prova. Exatamente por esse motivo, os fotógrafos capturam imagens de todos os atletas, enquanto fotógrafos jornalísticos se preocupariam em somente fotografar os primeiros colocados.

Atleta amador em dunas de areia ? Foto: Heitor Pergher

2 ? Quem contratou os fotógrafos?

Não dá pra dizer que eles foram contratados… Na verdade, os fotógrafos que trabalham na maioria desses eventos fazem cadastro como freelancers em empresas que disponibilizam as fotos posteriormente na internet (Se você tem alguma experiência em fotografia, você também pode se cadastrar!). São empresas facilmente encontradas com uma pesquisa no Google. O sistema é basicamente o seguinte: o fotógrafo se cadastra nos sites, se inscreve para cobrir a prova, comparece para fotografar, faz o upload posterior das fotos para o site e aguarda para que suas fotos sejam vendidas, tendo direito sob uma porcentagem do valor obtido pelas empresas (normalmente valores entre 50% e 70%).

3 ? Como obter os melhores resultados nesse tipo de fotografia?

Esta é a parte mais importante para você que quer começar a lucrar com esse tipo de fotografia e aquela que dedicarei mais tempo explicando.

– Não fotografe em RAW!

Sim, você leu bem! Utilize JPEG, pois a sua câmera e o seu computador (O fluxo de entrega é fundamental!) não conseguirão acompanhar o ritmo frenético que é exigido da cobertura de uma maratona com 20 mil inscritos, por exemplo. O tamanho de arquivo final deve ter em torno de 1 mb. Fotografar em RAW é incrível! Você terá muito mais liberdade criativa na hora da edição, mas o arquivo cru pode variar de 20 mb até 50 mb! O buffer da sua câmera não irá conseguir acompanhar também e acabará desacelerando o seu ritmo de fotografia, o que significa prejuízo para você… Não tenha medo, fotografe em JPEG e seja feliz! Quem sabe adquirindo presets do Lightroom Brasil você consegue editar de forma majestosa o seu arquivo JPEG.

 Obtida em JPEG – Fotografia: Heitor Pergher

– Utilize uma câmera DSLR

Eu até poderia citar a possibilidade de utilizar câmeras sem espelho (mirrorless). Até porque as câmeras atuais desse tipo estão em nível de igualdade com as melhores DSLR do mercado. No entanto, você dificilmente vê fotógrafos de esportes utilizando esse tipo de câmera. Então a dica é utilizar DSLR. Por quê? Bom, você vai ter autofoco rápido (quando combinada com uma boa lente), maior capacidade de bateria, boa qualidade de imagem (para DSLR atuais) e uma grande coleções de lentes que você poderá utilizar pra cobrir a prova (principalmente para Nikon e Canon).

As melhores câmeras para fotografia de esportes que o dinheiro pode comprar

Nikon D5

Canon 1DX Mark II

– Dê preferência por lentes teleobjetivas

Olha, você pode fotografar com olho de peixe, ultra grande angular, lente com distância focal fixa e com zoom média. Sem problemas! Mas não há substituto para uma boa teleobjetiva. Esse tipo de lente irá separar o atleta fotografado dos demais e irá preencher o frame com o atleta, principalmente quando fotografado na vertical (raramente fotografe na horizontal com teleobjetiva). Se você conseguir uma lente clara (F 2.8 ou F 4) melhor… Com a abertura grande e a diminuta profundidade de campo, soma-se ainda mais separação do atleta com o background, o que aumenta suas chances de venda, pois o comprador estará em destaque e será o centro da atenção da fotografia.

Para Nikon, recomendo esta lente teleobjetiva. Nikkor 70-200mm F 2.8 VR.

Para Canon, recomendo esta teleobjetiva. Canon 70-200mm F 2.8 L IS II USM

Se a ideia é comprar uma fisheye ou olho de peixe, esta é a minha recomendação. Samyang 8mm F 3.8

– Posicione-se de forma que consiga ver a numeração do atleta

Preste atenção, esta dica é fundamental! É muito importante que você consiga ver a identificação numérica do atleta, esteja ela onde estiver. De nada adianta você fazer uma fotografia incrível, com iluminação ideal e enquadramento perfeito se você não consegue ler o número do atleta. Isso significará jogar a foto nas ?não identificadas? e a chance de o atleta comprar essa foto se reduz a basicamente zero… Por isso, tenha certeza de que você consegue ver a numeração do atleta!

Bela fotografia, mas a numeração do atleta não é visível. Fotografia: Heitor Pergher

– Você não precisa da resolução máxima da sua câmera

Se você tem uma câmera de 24 megapixels, como eu tenho, você não vai precisar fotografar com resolução máxima. O sites citados acima normalmente exigem resolução mínima de 6 mpx. Então, diminua a resolução. Isso não afetará negativamente a qualidade das suas imagens e irá acelerar o seu processo de edição e envio das fotos para o site.

Respondidas as três perguntas iniciais surge uma quarta: Vale a pena fotografar esse tipo de evento?

Eu acredito que valha a pena, mas você nunca terá certeza se a cobertura será lucrativa ou não. São vários os fatores que irão influenciar o seu volume de vendas, mas não tenho dúvidas em afirmar que as dicas mencionadas acima são fundamentais. O objetivo é fazer boas fotos e torcer para vender centenas (ou milhares) de fotos!

Não há tempo ruim para os atletas ou para o fotógrafo. Se prepare para fotografar no frio, na chuva e no calor. Fotografia: Heitor Pergher

Rating: 5.00 based on 1 Rating
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Heitor Pergher
Heitor é fotógrafo de arquitetura e interiores em Florianópolis, Santa Catarina. Apaixonado por aprender e ensinar, também dedica tempo ao seu canal de dicas de fotografia no Youtube.

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa