7 Dicas essenciais para ensaios fotográficos com modelos

Rating: 5.00 based on 1 Rating
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
7 Dicas essenciais para ensaios fotográficos com modelos www.lightroombrasil.com.br

Muitos fotógrafos querem fotografar pessoas. Eles pedem a amigos ou familiares para posar para eles ou podem envolver os serviços de um(a) modelo. Bom, viver é poder então tente experimentar você mesmo fazer umas fotos suas e testar algumas coisas para sentir-se na pele do modelo um pouco, isso irá te ajudar.

No entanto, se você quer mais algumas dicas além dessa técnica de aprendizado valiosa, tome nota dessas 7 dicas:

1 – Comunique-se

A maioria das pessoas se sente muito nervosa e desconfortável na frente de uma câmera. Mesmo um modelo experiente não consegue ler sua mente e não sabe quais são suas intenções. Então, antes de começar, sente-se com a pessoa e troque uma idéia de como você imaginam o ensaio.

Explique seu conceito, compartilhe seus objetivos, esboce como você quer que as poses fiquem, e que humor ou expressões que vocês almejam transparecer. Um grande erro que muitos fotógrafos fazem é tratar seu modelo como uma estátua viva, apenas lá para ser colocado e posicionado,  eles esquecem que o modelo é realmente uma pessoa.

Ao discutir tudo no início, você dá à pessoa alguma estrutura, contexto e entendimento da situação, o que os ajuda a ficarem menos nervosos. Igualmente dá-lhes uma oportunidade de acoplar com o processo, eles podem ter idéias próprias que podem melhorar o que você planeou inicialmente.

Em uma situação cooperativa se constrói confiança e engajamento, reduz o esforço, ajuda a relaxar o modelo e o resultado sai melhor.

2 – Conforto

Muitos ensaios com usam roupas que não são as ideais no momento e/ou ambiente da foto. Quando você está parado em um vento frio vestindo uma sunga, é realmente conseguir uma pose descontraída e relaxada.

Esteja ciente do ambiente e da temperatura , certifique-se que estão tão confortáveis como podem na situação. Se você tem que fazer um ensaio de nudez, tente fazê-lo em um local aquecido. É realmente difícil ficar relaxado quando você está com frio e tremendo.

Discuta a força e a resistência do seu modelo com eles em relação às poses que você está fazendo. Em seguida, agende pausas regulares e mantenha a programação. Posar pode ser bastante exigente fisicamente, como muitas poses são bastante antinaturais para segurar por longos comprimentos de tempo. Esteja ciente de que vai fotografar por muito tempo e não será permitindo ao modelo fazer uma pausa.

3 – Ambiente

Bem como o conforto do modelo, considere o ambiente em que você irá fotografar. É dentro de algum imóvel e privado? É fora e aberto ao público? Há algumas instalações nas proximidades?

O que você pode fazer para que o modelo se sinta confortável no ambiente? Será que eles gostariam de alguma música tocando para ajudar a entrar no humor certo? Existe um espaço privado para eles fazerem uma pausa? Cobertores e bebidas quentes e em algum lugar para sentar-se longe da câmera?

Talvez seja um dia quente e ensolarado e eles precisam de uma pausa longe do calor e do sol? Eles ficaram pé na frente de luzes quentes de estúdio enquanto usavam aquele sapato desconfortável? Pense em como deixar o ambiente preparado para o bem estar da(o) modelo.

4 – Explique a pose

A forma como as pessoas naturalmente ficam parados geralmente não são ideais para uma fotografia.

Os tipos de coisas que você precisa fazer com o seu corpo para obter uma pose ideal pode ser bastante desconfortável para segurar por tempo suficiente para obter vários clicks. O clássico onde você empurra a cabeça para a frente para obter a separação na linha do queixo faz a pessoa sentir-se desconfortável.

Então, tome o tempo para explicar e demonstrar a pose para a pessoa. Dê-lhes uma chance de experimentar e descobrir como pegar o jeito dele. Normalmente, você vai precisar deles para fazer várias coisas ao mesmo tempo – ficar de uma certa maneira, inclinar os ombros, colocar os braços em certa posição, mover a cabeça para o ângulo direito, ter o cabelo fazendo algo, etc.

Demonstre cada pose e explique-lhes por que isso importa. Se você mostrar-lhes o “antes” e “depois” eles geralmente entenderão e serão mais solicitos a fazer o esforço, porque eles podem ver a diferença.

5 – Mãos

Geralmente, quando as pessoas estão sendo convidadas a fazer algo novo e difícil, eles se concentram nno esforço que estão fazendo e acabam passando essa tensão para as mãos. Muitas vezes isso causa tensão também nas extremidades dos braços.

Mãos ruins podem arruinar completamente uma foto boa. Então preste atenção nas mãos deles e o que elas estão fazendo, porque o modelo pode não saber que precisa delas também.

6 – Deixe-os bonitos como nunca viram

Uma das grandes coisas que você pode fazer quando se trabalha com um modelo é fazê-los ficar bem na frente da câmera de uma forma que eles nunca se viram. Muito disso é porque as pessoas geralmente não sabem como posar bem na frente de uma câmera. Criar imagens que as façam parecer boas significa que elas se sentirão bem com o que está acontecendo.

Ser capaz de oferecer-lhes algums previews pode ajudar muito ao desenvolvimento do ensaio, além disso a pessoa está tendo um feedback de como deve mudar algo para melhorar as imagens também.

7 – Capte emoções

Usar um modelo como um manequim vivo é uma maneira de fazer o trabalho. Para alguns tipos de fotografia isso é desejado. No entanto, se você quiser realmente envolver o espectador, inserir alguma emoção na imagem é mais eficaz.

Bons modelos podem projetar uma escala de emoções diferentes, isso que diferencia um modelo caro de um qualquer que você arruma. Nem todo mundo tem a opção de trabalhar com modelos desse calibre todos os dias, por isso, ao trabalhar com um modelo menos experiente, você pode precisar treiná-los em torno da projeção emocional.

Pedir o seu modelo para tentar sentir uma emoção particular pode ser um desafio para eles durante um ensaio. Portanto, este é um passo mais avançado mas que você deve alcançar sem medo.

Descubra o que eles gostam e o que os fazem se sentir como você precisa e peça para eles focarem naquele pensamento e tudo irá fluir bem. Mesmo que precise chorar lembrando de uma coisa triste, com o trabalho bem feito e bem realizado tudo se tornará uma terapia para ele e para você. E claro se a foto pedir um humor para cima, todos ficarão contentes em viverem essa emoção em vez de fazer tudo estressado e as fotos ficarem horríveis.

Bom essas forão as 7 dicas que voc6e pode praticar para fazer ensaios com modelos exprientes e amadores. Espero que tenham gostado e até o próximo artigo!

Rating: 5.00 based on 1 Rating
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho
Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos. @caiocarvalhofoto

Comentários (0)

Ainda não há comentários.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa