10 Erros que iniciantes devem evitar na fotografia (Parte 1)

Rating: 2.00 based on 1 Rating
Caio Carvalho
  Por Caio Carvalho
10 Erros que iniciantes devem evitar na fotografia (Parte 1) www.lightroombrasil.com.br

Começando com:

1. Você não está redefinindo as configurações da câmera no final de cada foto

Diga-me se isso soa familiar:

Você estava fazendo uma sessão de fotos no fim do dia.

Você configurou seu ISO até 1600 (para lidar com a luz baixa).

Sua foto termina. Você vai olhar na câmera.

Aí você acorda no dia seguinte e ve o nascer do sol mais lindo e bate a foto e, quando olha na câmera:

… Em toda a excitação, você se esqueceu de baixar o seu ISO de volta para 100 e a foto saiu toda granulada.

Este é um erro tão fácil de fazer. Especialmente porque é algo que você deve se lembrar no final de cada sessão de fotos-quando você está exausto.

Mas…

É algo que não se pode esquecer.

Porque?

Se o fizeres, estás a comprometer a tua próxima sessão fotográfica.

Porque então você seria obrigado a fotografar com o seu ISO em 1600.

E então você vai ter fotos frustrantemente granuladas.

Que é exatamente o que você não quer.

Então aqui está o que você pode fazer:

No final de cada disparo, mude todas as definições de volta para um valor padrão. O número específico depende de sua câmera e seu estilo de fotografia. Mas certifique-se de escolher um valor mediano-um que irá atendê-lo em uma variedade de situações.

Aqui está o que eu faço:

Eu coloco o meu ISO em 100.

Abertura para f/5.6.

Velocidade do obturador para 1/500 ou 1/250 dependendo se o que vou fotografar está fixo ou se movendo.

Fazer isso me salvou inúmeras vezes.

2. Você está fotografando fotos JPEG (em vez de RAW)

Este erro pode ser frustrante.

Porque não há literalmente nada que você pode fazer para corrigi-lo-após o fato.

Aqui está o erro:

Você estava fotografando uma corrida com 10.000 pessoas e claro, você precisa do JPEG, numa situação dessas.

Mas aí no dia seguinte você vai fazer um ensaio no pôr do sol e esquece de colocar a câmera para fotografar em RAW. Vai ser muito difícil recuperar as sombras e realces se as fotos estiverem em jpg além do que você nao terá nenhum controle praticamente sobre a temperatura de cor e isso pode arruinar todo o seu trabalho.

JPEGs são arquivos compactados. Isso significa que eles perdem informações.

A perda de informação deixa espaço para fotos de baixa qualidade.

Sem mencionar outro problema:

Cada vez que você edita e salve um JPEG, você está reduzindo a qualidade da imagem.

3. Você está fotografando durante as horas de luz duras, exemplo: meio-dia

O que separa uma grande foto de uma foto qualquer? A luz e a qualidade dela!

Uma boa luz pode elevar uma foto para o próximo nível.

Uma luz inadequada e demasiadamente forte pode estragar uma imagem.

Em vez de fotografar durante o meio-dia, tente fotografar durante as primeiras horas da manhã ou no final da tarde quando a luz é suave e dourada.

(Na verdade, esses momentos são conhecidos como a hora dourada.)

Fotografar durante a hora dourada vai dar aos seus sujeitos um brilho maravilhoso.

4. Você está usando o modo automático o tempo todo

Quando você começar a fotografar, pode ser tentador para colocar sua câmera no modo auto.

Mas aqui está o problema:

Quando você dispara no modo automático, a câmera escolhe todas as configurações para você.

E a câmera faz um bom trabalho 80 por cento do tempo.

Mas os outros 20%?

Então aqui está o que eu sugiro:

Comece aprendendo os prós e contras do modo prioridade de abertura.

(Esse é o modo onde você seleciona a abertura e sua câmera selecionará a velocidade do obturador.)

Mas se você quiser ainda mais controle sobre sua câmera, você pode fazer a transição para o modo manual. Mas isso não é um requisito-você pode fazer um ótimo trabalho apenas usando o modo de prioridade de abertura.

Será sua a decisão.

Apenas certifique-se de se afastar do modo full auto.

5. Você está esquecendo de reparar a direção da luz

Você já sabe sobre a importância da iluminação de boa qualidade.

Mas você sabia que a direção da luz também importa?

Dependendo da direção da luz, suas fotos podem ser suaves, dramáticas ou marcantes. E é importante que você escolha cuidadosamente a direção da luz.

Aqui está um guia rápido para a luz:

Se a luz vem na frente do seu assunto (isto é, Frontlight), você terá uma foto uniformente iluminada.

Se a luz vem por trás de seu assunto (ou seja, Backlight), você vai ter uma foto marcante. A luz criará um halo dourado em torno de seu assunto.

E se a luz vem de ao lado de seu assunto (isto é, sidelight), você produzirá uma foto dramática. O assunto será apenas parcialmente iluminado – e parcialmente envolto em sombra.

Agora, todos esses tipos de luz têm seu tempo e lugar.

Mas Frontlight é geralmente é uma opção muito segura.

(Quando em dúvida, use Frontlight.)

Aqui vai uma coisa importante:

Cada vez que você sai para fotografar…

… olhe para a luz.

Tome nota da luz.

E posicione-se para que você obtenha a melhor foto possível.

Amanhã postaremos a segunda parte do artigo para quem está acompanhando!

 

Rating: 2.00 based on 1 Rating
As duas guias a seguir alteram o conteúdo abaixo.
Caio Carvalho

Caio Carvalho

Apaixonado por arte, tecnologia e pela natureza, Caio encontrou na fotografia e vídeo uma forma de se expressar e nunca mais parou. Editor de fotos, fotógrafo e videomaker há quase 10 anos.

Comentários (2)

  1. Caio Carvalho
    Caio Carvalho Comprador Verificado
     

    Obrigado Lucas!

  2. Avatar
    Lucas Bolanho Prates Convidado
     

    Show de bola!!! Parabéns pela matéria.

Inscreva-me para um resumo semanal dos melhores artigos publicados no blog

Seu e-mail está seguro com a gente. Promessa